28 março 2009

Hora do gelo

Não chegues à hora do gelo,
quando os rios interrompem
as mãos que trazem a água,

nenhuma outra luz chega
ao fundo dos rios
ao fundo dos olhos,
nenhuma outra escuridão me cega

as naus oceanos naves
de vencer as ondas
ainda não chegaram,
ainda não se gritou
fin the end fine
a anunciar a vitória
das margens de um rio
que se juntaram
abraçaram-se os salgueiros
juntaram-se as pedras

o leito secou
à hora do gelo
um rio acabou.

1 comentário:

susana a. disse...

regressaste a ti finalmente, um rio começou *

=)