24 abril 2009

Portugal e o futuro

Um Professor meu, com quem, em apenas dois meses, já aprendi muito, costuma dizer que "o passado já foi futuro". Claro. O passado, o nosso passado foi, algum dia, um futuro longínquo. Assim também o 25 de Abril, aquele, o primeiro, o decisivo. Esse é que foi um futuro impossível. Até deixar de o ser.

Para nós, hoje, o 25 de Abril de 1974 já é passado. Mas é um passado que não pode deixar de ser sempre futuro, aquele, o primeiro, o decisivo é para mim sempre futuro, sempre possível, sempre repetível, mas que dizer, eu sou um abrilista...

Viva o 25 de Abril!

2 comentários:

susana a. disse...

viva! (e fascismo nunca mais claro, evidentemente, obviamente, e outras palavras que terminem em mente)

aquele abraço*

Nuno disse...

:) aquele abraço, susana. gostava de festejar Abril contigo. *